Coerência do Marinho

Os “meninos do Janela” recrutaram à Sport TV, um dia destes conto a peixeirada que foi a sua saída do canal de desporto e o acto de Egas Moniz para que o deixassem regressar e fazer uns joguinhos, o sempre prestavel José Marinho.

Claro que não foi uma aquisição fácil, recebe bem para se dedicar só aos posts no facebook (7 a 8 diários) e a comentar na BTV, mas deve-o ao amigo Fernando Tavares que intercedeu junto do “primeiro-ministro”, para receber no seu seio, quem tanto mal disse do líder encarnado.

Mas de uma coisa não se pode atacar o Zé, de não ser coerente. Vejam os posts sobre a ida para o Bayern de Munique, de dois talentos natos do futebol europeu e mundial. No caso do Rei nato era uma aquisição e ia ser titular de caras, já o “novato” James vai ter, talvez, dificuldades em se impor.

Zé, sei que foi com um ano de diferença, mas tamanha incoerência, só a posso explicar pelo calor da noite, outrora o teu local de culto nocturno na cidade invicta.

Benfica e a FPF de candeias às avessas?

Parece, mas não é. São apenas arrufos passageiros e para entreter papalvos, porque nenhuma das instituições tem vergonha.

Uma, Benfica acha-se injustamente tratada pela FPf e Liga de Clubes e retalia em comunicado, anunciando a não presença na Gala das Quinas, organizada pela FPF em 20 Março 2017.

O Conselho de Disciplina da Federação , a 22 Março, abriu um processo disciplinar ao Benfica

derivado a um comunicado divulgado no site do clube da Luz, onde era exigido respeito (21 Março 2017)

Os órgãos plenários do Benfica reagiram e dois dias depois (24 Março 2017),  decidiram boicotar o jogo da selecção com a Hungria

Após os insultos da claque da selecção a uns bem-comportados adeptos encarnados, sim porque a claque lampiónica é assassina e não llegalizada, o clube reagiu (27 Março) através do seu director de comunicação, Luís Bernardo, dizendo que o Benfica quer explicações, mas não fecha o estádio à selecção.

Poderiam pensar que as coisas azedaram de vez, mas não.

Como os casais de namorados, as pazes surgem na altura certa.

Com as obras no Centro de Estágio no Seixal, o Benfica equacionava dois locais como alternativa para começar os trabalhos da época 2017/18, o Estádio Nacional ou a Cidade do Futebol, ambos em Oeiras.

Falta agora o arrufo com a Liga, mas esse mais difícil de resolver, pois se é certo que houve boicote dos encarnados ao sorteio da liga, como a Liga não tem Cidade do Futebol as pazes estão mais difíceis ou até mesmo impossíveis.

Ferreira Nunes viaja pela Emirates

 

As comparações são inevitáveis para os lados de Carnide, uma tentativa vã de se livrarem da “lama” onde chafurdam.

Fala-se em corrupção e tráfico de influências no caso dos emails, eles vomitam com o apito dourado.

Atiram com a fruta e o café com leite, mas esquecem-se do Mr. King e dos 200 euros a dois ou 300 a três.

A única que até agora (tudo se sabe caros candeeiros), não tinha resposta era a viagem do Calheiros ao Brasil.

Se tiverem tempo arranjem lá justificação para a viagem do sempre prestável Ferreira Nunes (homem de mão durante o último quadriénio no CA e que por todos os meios tentaram manter na lista de Fontelas Gomes) ao Dubai pela Emirates Airlines.

Claro que vão dizer, é mentira, mas para vos refrescar a memória cá vai a data, entre 25 de Abril de 2017 e 1 de Maio 2017 (between holidays) o Sr. Ferreira Nunes e acompanhante fizeram umas fériazitas no sempre apetecível Dubai com tudo incluído.

Teria sido com a promoção da Asus?

Aproveitem que estamos uns mãos largas a oferecer subterfúgios.

 

PS: As promoções da Asus foram aproveitadas por outros “meninos queridos”, faltam as datas, porque somos rigorosos quanto a esses pormenores.

A seu tempo meus queridos, a seu tempo.

 

Ali Babá e os 17 deputados

Deputados na Luz 2017

Através da janela, os cartilhados oficiais e os notas soltas, reagiram de imediato às críticas sobre a confraternização do Ali Babá com os deputados encarnados.

Claro que, a homilia do responsável da cartilha, ensinou que a melhor resposta a dar pelos “papagaios”, devia versar sobre a “confraternização usual levada a cabo pelos três grandes de Portugal com os deputados portugueses”.

Não se critica a iniciativa, embora fosse engraçado esclarecer porque, este ano, só estiveram presentes cerca de 20 deputados, quando nos três anos anteriores tinham marcado presença entre 70 a 80 deputados.

A critica que se faz é apenas, tal como tinha sido feita aquando da presença do primeiro-ministro, o verdadeiro, sentado ao lado do “primeiro-ministro” do estado lampiânico, a presença dos deputados ao lado de um dos maiores devedores à banca portuguesa e com cadastro criminal, Luís Filipe Vieira.

O “primeiro-ministro” encarnado, foi presente em Julho de 1993, no 3º Juízo Criminal, do Tribunal Criminal da Boa Hora, acusado do crime de Roubo e Instigação ao Roubo e que, confirmados os factos de que ia acusado, foi condenado à pena de 20 meses de cadeia efectiva, sentença transitada em julgado e proferida pelo Ilustríssimo Juiz-Presidente Dr. Afonso Henrique de Cabral Ferreira… mas não demonstrou qualquer arrependimento.

É um dos maiores devedores à banca portuguesa, 600 milhões ao BES, mas também a Benfica SAD, de acordo com o último relatório e contas, tem uma dívida de 111,5 milhões de euros para com o Novo Banco. Para além da dívida da SAD, também a Benfica Estádio tem uma dívida ao Novo Banco no valor de 50 milhões de euros.

A Hipocrisia dos Deputados

Agora, entramos na fase mais tenebrosa desta visita a Luís Filipe Vieira, o beija-mão ao Rei do Calote.

Entre os 17 deputados presentes, sim porque o resto (familiares e funcionários da Assembleia da República), foi só para encher a fotografia, encontravam-se nada mais nada menos que deputados que fizeram parte da Comissão Parlamentar de Inquérito à gestão do BES e Grupo Espírito Santo, a saber: Pedro Alves, Duarte Pacheco e Paulo Dias Oliveira do PSD e Telmo Correia do CDS/PP,  que, como se comprova com a foto abaixo, foi solicitada pelos deputados do PCP, onde se incluía a visitante da Luz, Rita Rato

Captura de tela 2017-07-05 01.04.08

Além disso três deputados do PSD, Duarte Pacheco, Inês Domingos e Carlos Silva foram responsáveis na AR da pergunta ao governo nr. 4536/XIII/2 onde se solicitava “informação sobre o acordo para os lesados do Grupo Espirito Santo”.

Se a isto juntarmos os nomes de Carlos Silva (PSD), Hortense Martins (PS) e José Luis Ferreira (PEV) como pertencentes à Comissão Parlamentar de Inquérito ao Processo de Nacionalização, Gestão e Alienação do Banco de Negócios (BPN), ficamos com o ramalhete completo, juntando ainda a cereja no topo do bolo, com Nuno Magalhães, um dos comensais neste repasto encarnado, a prometer na altura que “todas as fases do processo serão analisadas na comissão de inquérito.

Captura de tela 2017-07-05 01.05.09

Para o fim deixamos essa figura de “cartilheiro”, Telmo Correia, que foi o perorador de serviço no encontro com o Ali Babá e que hipocritamente como dissemos em cima, fez parte da Comissão Parlamentar de Inquérito à gestão do BES e Grupo Espírito Santo e foi também figura na Comissão de Inquérito parlamentar sobre a nacionalização e reprivatização do BPN.

Captura de tela 2017-07-05 01.05.25

Telmo Correia o omnipresente, não só nas comissões de inquérito onde o seu “primeiro-ministro” era um dos burlões, mas um dos que recebem semanalmente a “cartilha do Janela”, pois está presente em três programas de relevo, na BTV, na RTP e na Antena 1.

 

Estes deputados que tão porfiados estavam na Comissão de Inquérito aos lesados do BES e BPN, foram prestar vassalagem ao responsável pela divida de 600 milhões de euros ao banco. Não tiveram vergonha de se sentar e deixar fotografar ao lado do caloteiro e cadastrado Luís Filipe Vieira, por isso também não se incomodam que para a posteridade, aqui fiquem os nomes dos “vassalos”

Captura de tela 2017-07-05 02.14.26

Assim vai o estado da nação, com um “primeiro-ministro” de pacotilha” e uns deputados hipócritas e sem vergonha.

Os Encartilhados

Para que não caia no esquecimento, aqui fica, para memória futura, os nomes dos que, semana a semana, recebem a cartilha escrita por Carlos Janela.

Ligados ao Benfica

  • Luís Filipe Vieira (Presidente)
  • Paulo Gonçalves (Assessor Juridico)
  • Luís Bernardo (Director de Comunicação)
  • José Nuno Martins (Director Jornal Benfica)
  • Hélder Conduto (Benfica TV)
  • Orlando Dias (Assessor Luis Filipe Vieira)
  • António Rola (Comentador BTV e TVI)
  • Fernando Seara (Comentador BTV)
  • Pedro Guerra (Dir. Conteúdos BTV e comentador BTV e TVI 24)
  • Pedro Valido (Comentador BTV)
  • Pedro Ferreira (Comentador BTV)
  • António Pires Vicente (Comentador BTV)
  • António Veloso (Comentador BTV)
  • Luis Catarino (Comentador Sport TV e ex comentador BTV)
  • Rogério Matias (Comentador BTV)
  • José Luis (Comentador BTV)
  • Valdemar Duarte (Comentador BTV)
  • José Marinho (Blogger e Comentador BTV)

Desde 2009 a 2017

  • João Gobern (Antena 1, Diário Noticias e comentador RTP)
  • António Simões (ex Comentador RTP)
  • Rui Gomes da Silva (Comentador SIC Noticias e cronista Jornal A Bola)
  • António Figueiredo (Comentador CMTV e BTV)
  • Jaime Antunes (Comentador CMTV e BTV)
  • José Manuel Antunes (Comentador CMTV e BTV)
  • Telmo Correia (Comentador Antena 1)
  • Leonor Pinhão (Cronista Correio da Manhã e Record)
  • José Calado (Comentador BTV e CMTV)
  • Diamantino Miranda (Comentador TVI 24)
  • António Pedro Vasconcelos (Comentador CMTV e ex RTP)
  • André Ventura (Comentador CMTV)
  • Domingos Amaral (Comentador TVI 24)
  • Pedro Adão e Silva (Cronista Record)
  • João Alves (Comentador SIC Noticias)

São brindados com “Notas Soltas” (temas mais relevantes e sensíveis)

  • José Nunes (RTP e Antena 3)
  • Rui Pedro Braz (TVI 24)
  • José Manuel Freitas (Comentador CMTV)
  • Luis Aguilar (TVI 24)
  • Marco Pina (Comentador Arbitragem CMTV)